Taubaté Futsal luta na segunda etapa, mas leva gol nos minutos finais e perde a primeira partida da decisão da LPF

Lance da partida entre Tempersul Dracena x Taubaté Futsal. Equipe taubateana precisa de vitória no tempo normal e prorrogação no segundo jogo pra ficar com o título. (Foto: Lucas Mello)

A primeira partida da final da Liga Paulista de Futsal não foi como o Taubaté Futsal queria. Em jogo muito acirrado no Ginásio Alaor Ferrari, na cidade de Dracena,  o time vale-paraibano saiu perdendo, cresceu na segunda etapa e conseguiu o empate, mas faltando 6 minutos para o fim sofreu mais um gol e acabou perdendo o primeiro jogo pelo placar de 4×3 diante do Tempersul/Dracena.

Agora, para conquistar o título da LPF, a equipe taubateana precisa vencer o segundo jogo na próxima sexta-feira em São Bernardo do Campo para levar o jogo para a prorrogação. O tempo extra não terá vantagem de gols ou melhor campanha, ou seja, quem vencer leva o título e, em caso de empate, a partida será decidida nos pênaltis.

O jogo foi disputado, com os dois times pressionando mas com os donos da casa sendo empurrados pela torcida e conseguindo manter uma melhor posse de bola. Quando faltavam pouco mais de 14 minutos para o fim da primeira etapa, Vitinho recebeu lançamento, saiu na cara do goleiro taubateano que se virou como deu e evitou o gol, mas no rebote Dener apareceu livre só pra empurrar pro gol e abrir o placar para os donos da casa: Dracena 1×0.

Exatos dois minutos depois saiu o gol de empate. Os donos da casa tocavam bola na quadra defensiva até a bola chegar aos pés do goleiro de Dracena que tentou ligar o ataque e entregou nos pés de Lelê, que partiu em velocidade e entregou pra Hernandes, livre dentro da área, empurrar no meio das pernas do arqueiro adversário e empatar o jogo: 1×1.

Dois minutos mais tarde e outro gol. Paulo Victor recebeu pela ala esquerda e encarou a marcação de Kauê, que forçou muito mas não conseguiu tirar a bola do adversário. O jogador do time amarelo esbanjou habilidade e ao conseguir escapar da marcação, ameaçou o arremate e entregou para Gregori, livre dentro da área para marcar o segundo na metade da primeira etapa: Dracena 2×1.

Um minuto e meio depois, mais um gol dos donos da casa. Após lançamento do goleiro taubateano, o time do Dracena trocou passes na quadra ofensiva até a bola chegar aos pés de Delegado, que bateu forte e rasteira, de primeira para vencer o arqueiro adversário: Dracena 3×1 faltando 8:35 pro fim da primeira etapa.

A primeira etapa seguiu acirrada, mas sem nenhum gol para movimentar o placar. Já no segundo tempo as coisas mudaram completamente. A equipe da casa voltou apática e dando quadra para o Taubaté jogar e, com um elenco qualificado e bem treinado pelo professor Leandro Reis, o Leandrinho, os visitantes se aproveitaram e foram pra cima.

Tamanha pressão surgiu efeito com 3 minutos e meio de partida. Em cobrança de falta pelo lado esquerdo, a boa chegou até os pés de Gilbert que, no domínio cortou o primeiro e dentro da área tentou o cruzamento, o marcador chegou no  carrinho e desviou a bola com o braço, pênalti marcado e batido por Lelê, que mandou forte no canto direito e recolocou os visitantes na partida: 3×2 Taubaté.

Menos de um minuto depois o gol de empate saiu. Dracena trocava passes na quadra defensiva e o Taubaté pressionava, não dando espaços aos donos da casa quando, em um chutão, Lelê roubou a bola no meio, encarou a marcação e, na cara do goleiro de Dracena, deu uma cavadinha para  anotar um golaço e igualar o placar faltando 16:35 para o fim do jogo: 3×3 Taubaté.

Após o empate o jogo ficou muito nervoso e brigado, com Dracena acordando e partindo pra cima, e o Taubaté se aproveitando dos espaços pra pressionar. Discussões, bate boca em quadra, cartões, torcida inflamada e xingando e tudo mais aconteceu em quadra, mas o placar não foi alterado, até a parte final da partida.

Quando faltavam pouco mais de seis minutos para o fim, o gol da vitória saiu. Em uma falta central e perigosa para o gol do goleiro Vitão, o Dracena conseguiu encontrar o gol. Na cobrança, Delegado mandou em direção ao gol e Vitinho, bem posicionado ao lado da trave, só empurrou para as redes, dando números finais a partida: Dracena 4×3 Taubaté.

O jogo de volta acontece na próxima sexta-feira, 10 de Dezembro às 19h no Ginásio Poliesportivo Adib Moyses Dib, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.